O tamanho de mercado digital brasileiro

AddThis Social Bookmark Button
"Não é o grande que come o pequeno, e sim o rápido que engole o lento."
-- Alvin Toffler

Há poucos dias saíram alguns números que nos dão a dimensão exata do mercado digital brasileiro. Quero compartilha-lhos com você e tecer algumas considerações a respeito.

* Em 2006, foram mais de 13 Bilhões de reais em vendas na internet no Brasil.
* O crescimento do comércio eletrônico no primeiro trimestre de 2007 em relação ao mesmo período de 2006 cresceu 57%.
* Estimasse que até o final deste ano serão entre 16 e 17 bilhões de reais. Pessoalmente, acho que será muito mais.
* Mesmo com a mudança de metodologia no calculo do PIB nacional, este cresceu apenas 3,5% no ano passado.

Você percebe o que está acontecendo?

Claro que o mercado digital aumenta por si mesmo, mas a maior parcela deste crescimento não vem de sua expansão, mas de uma migração dos negócios convencionais para a internet.

O que isso tem a ver com seu negócio? Deixe-me dar algumas dicas:

Dica 1: Ou você está na internet ou é carta fora do baralho. Não dá mais para dizer que isso é coisa do futuro. Que amanhã ou no mês que vem sua empresa vai se preocupar com isso. A hora é agora!

Dica 2: Comece a ganhar dinheiro com seu negócio na internet. Se você já tem um negócio na internet e não está fazendo dinheiro, pare! Tem algo errado e você não pode se dar ao luxo de continuar a gastar (mesmo que não tenha de pagar um webmaster, manter um site de negócios na internet tem seu preço) sem saber o que está fazendo.

Dica 3: Uma página de internet serve para três coisas:

1. Vender seu produto ou serviço.
2. Educar o cliente sobre as vantagens de adquirir seu produto ou serviço e apontar para uma página que vende o produto ou serviço.
3. Pegar o email do visitante para que possa vender seu produto ou serviço mais tarde.

Dica 4: Para quem não tem um negócio na internet: Coloque seu negócio na internet. Não tem mais desculpas. O mercado está cada vez mais maduro e é muito fácil e barato ter um site.

Dica 4 e meio: Resultado zero também é resultado. Mesmo que o site seja uma porcaria e não venda nada, aproveite para aprender com a experiencia. Se seu resultado esta abaixo, - especialmente muito abaixo – do esperado, procure analisar sua estratégia e descobrir o que esta errado.

Pode ser o site ou a forma como o visitante chega (ou não chega) a ele, ou ainda, a maneira como o cliente é tratado. Pode ser o produto, a oferta, a promoção. Seja como for, não desista. Você está quase lá.

Dica 5: Para melhorar o seu negócio, procure fazer com que as pessoas se identifiquem com ele. Por exemplo, em menos de três meses, começa o Pan do Rio. O que seu negócio tem a ver com este evento? Não se apresse em dizer que não tem nada, mas se não tiver mesmo, invente uma conexão: crie uma promoção, sorteio, um evento digital. Seja criativo.

O Pan é só um exemplo. Há outros aparecendo o tempo todo. Dia 27/4 é o dia da empregada doméstica, você sabia? Nem eu, mas adivinha qual o tema do Globo Repórter naquela data?

Todo dia é dia de alguma coisa. Tem o dia das mães, dos pais, dos namorados, das crianças, o natal só pra citar alguns. Tem até o dia de São Nunca (2 de novembro, dia de todos os santos).

Então, para melhorar seus negócios, olhe ao redor. Veja o que o seu publico alvo está fazendo e em vez de tentar desviá-los na sua direção, corra para lá, e espere-os. De preferencia com um site pronto. De preferência, feito pela nossa equipe :-)

Dica 6: Se você não tem um produto ou serviço para comercializar, tudo bem, você pode criar um e se não puder (ou se acredita que não pode), há uma infinidade deles na rede. Você pode revender ou se tornar um afiliado dos milhares de sites que oferecem programas deste tipo.

Dica 7: Posso ficar aqui dando dicas e mais dicas, mas se você não se mexer, elas de nada adiantam. Parta para a ação.

O bolo é grande e tem uma fatia para você, mas ela não vai ficar esperando. Mexa-se!

Copyright © 2006, Renato Fridschtein. Todos os direitos reservados.